Pra Dizer que Falei de Flores

O caractere 梅 na língua chinesa (moy numa das possibilidades de romanização) representa ameixa. A flor de ameixeira possui um simbolismo bastante forte na cultura chinesa e, especialmente, na cultura do Sistema Ving Tsun. Durante o Seminário de Alinhamento Teórico, realizado neste ano, meu Si Fu, mestre Julio Camacho, versou com propriedade sobre o assunto.

Meu Si Fu, Mestre Julio Camacho, no Seminário de Alinhamento Teórico, em 4 de maio de 2019.

Em primeiro lugar, as cinco pétalas da flor de ameixeira representam os grupos étnicos que formam a China: Han, Manchus, Mongóis, Tibetanos e Muçulmanos. A isso, atrela-se a simbologia do número 5, tido como “o número do homem”.

Em segundo, a própria flor de ameixa é associada ao surgimento da Primavera, período mais importante do ano para os chineses. Certa vez, meu Si Fu comentou que na China a ideia de passagem das estações acontece de acordo com a observação da natureza. Portanto, quando a primeira flor brota nos galhos, é sinal de que a Primavera chegou. E isso não necessariamente ocorre ao mesmo tempo em todo o país. A Primavera chega quando você a observa.

A representação da flor de ameixa relacionado com o Ving Tsun se estende ao nome da fundadora do nosso Sistema marcial, Yim Ving Tsun, que significa “cantar a primavera”.

Outra nota cultural sobre a flor de ameixeira está na simbologia do Sistema Ving Tsun e na própria denominação da nossa Família. Meu Si Taai Gung, Patriarca Moy Yat, tem o ideograma ameixa no nome (). E, todos nós, que somos da linhagem do Patriarca Moy Yat, carregamos essa identidade nos nomes Kung Fu.

Placa com a logo da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, que fica na sede do Clã Moy Jo Lei Ou, na Barra da Tijuca.

Meu Si Fu relembrou, na ocasião do Seminário de Alinhamento Teórico, uma passagem em que o Si Taai Gung diz que “a flor de ameixeira é o equivalente natural ao Sistema Ving Tsun, porque o galho é angular, duro e a flor nasce direto do tronco”. De fato, diante das adversidades do dia a dia, o Ving Tsun surge como uma ferramenta para desenvolver as potencialidades humanas, dentro da sutileza e da resiliência.

IMG-20190506-WA0154.jpg
Patriarca Moy Yat

Recentemente, li que as flores de ameixa, por nascerem de forma escassa e em condições adversas (logo após um rigoroso inverno), são admiradas individualmente. Faço um contraponto simbólico com cada praticante de Ving Tsun. Cada um com sua natureza, desenvolvendo o seu Kung Fu, sob o olhar atento e único do Mestre. Há um provérbio chinês que diz: “Todas as flores do futuro estão contidas na semente de hoje”. Das flores do Ving Tsun, somos essas sementes.

Sigamos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s